Com 34 anos de existência, a Vituccio ganhou novos ares em 2013 e se diferencia por oferecer a típica massa napolitana, muito mais leve e simples.
pizza_vituccio1O chef pizzaiolo Jaqueson Dichoff assumiu a cozinha da Vituccio Pizzeria há apenas três anos, mas sua história com ela começou há quase três décadas. Como cliente, o jovem morador da Vila Ipojuca conheceu a casa em 1987. Mais tarde, abandonou a publicidade e transformou a paixão pela gastronomia em profissão, quando, em 2013, o antigo proprietário Vito Colonna decidiu se aposentar e quis passar seu legado a alguém que tivesse ligação com a pizzaria. Em outubro daquele ano, ao lado do amigo Paulo Farias, Jaqueson incorporou o comando dos negócios.

A tradicional massa paulistana foi substituída pela receita utilizada em Nápoles há quase 130 anos. Depois de morar na cidade italiana e de frequentar algumas das melhores pizzarias do mundo, onde inclusive estagiou, Jaqueson aplicou nas receitas da Vituccio as técnicas que aprendeu lá. O processo de fermentação longo e a massa simples, que leva apenas farinha, água e sal, com pouquíssimo fermento (1 grama para cada quilo de farinha), garante leveza à pizza e permite que os clientes possam experimentar muito mais sabores a cada visita. “A fermentação é um processo que dura, no máximo, oito horas. Depois desse tempo começa outro processo, chamado maturação, que dá sabor e leveza à massa. É por causa da maturação que as pessoas vêm até a pizzaria e conseguem comer uma pizza inteira sem se sentirem pesadas”, explica o chef, que recentemente recebeu a certificação do maior moinho da Itália, o Agugiaro & Figna, que fabrica a farinha Le 5 Stagioni, utilizada na Vituccio.

pizza_vituccioPara quem faz questão de apreciar os sabores tradicionais italianos, a Margherita Originale, coberta com mussarela de búfala, parmesão, manjericão e azeite, agrada aos olhos e ao paladar. E se a ideia é mergulhar em uma experiência 100% napolitana, a casa oferece pizzas individuais, que não vêm cortadas e o cliente pode comer com a mão, como a Marinara Napoletana. Com o conceito de forneria, a mesma massa é utilizada como base de outras delícias, como a rotolina – ou pizza enrolada –, entrada que faz tanto sucesso que atrai clientes só para saboreá-la. “É uma exclusividade nossa”, diz Jaqueson. O tortano, pão de calabresa servido nos fins de semana, é outra especialidade. Entre as sobremesas, com receitas originais, destacam-se o tiramissú, o parfait de amêndoas caramelizadas e a criação do chef, exclusiva: colorido sorvete de manjericão, com calda quente de morango e pimenta.

Veja a matéria completa clicando aqui.

Estamos fechados no momento, confira o horário de funcionamento.
Pedido Item removido. Desfazer
  • Sem produtos no pedido.